Greensleeves

Uma nova gravação minha ao piano. Desta vez, Greensleeves.


Você pode ouvir outras gravações aqui.

Das Escolhas dos Candidatos

Com a aproximação das eleições, eu e um amigo estávamos conversando sobre como escolher em que candidatos votar. São muitos candidatos e muitos cargos, o que gera uma avalanche de informações impossível de ser digerida. Simplesmente não é possível avaliar cada um deles, saber sua história e conhecer suas motivações para tomar uma decisão mais embasada.

Então bolamos uma estratégia de escolha que compartilho com minhas leitoras.

Como o número de candidatos é enorme, passando de dois mil para os candidatos a deputado estadual, só no Rio de Janeiro, nosso primeiro objetivo foi diminuir o número deles a serem avaliados.

Como critério, decidimos ficar com aqueles que estão tentando a reeleição, porque torna mais fácil saber o que cada um já foi capaz de fazer, o que nos ajudará a decidir se seria bom mantê-los na câmara. No caso dos candidatos a deputado federal, isso já diminuiu a lista para menos de cinquenta nomes.

Em seguida, com informações da própria câmara, fizemos o levantamento das faltas de cada um destes candidatos.

O próximo passo, que estamos fazendo nos últimos dias, é levantar os projetos propostos por cada um deles, com base nas informações fornecidas pelo site Vote na Web. Esperamos que essas informações sejam suficientes para eliminar alguns candidatos, com base no tipo de leis que eles proponham (como um deles que propôs uma lei para que os partidos não precisem apresentar recibos de doações de campanha).

Por fim, tendo ficado com uma lista bem pequena, vamos tentar de alguma forma saber a posição desses candidatos em relação a determinados temas que achamos importantes, até mesmo enviando emails a eles. Ainda não definimos esta lista de temas, mas de minha parte eu incluo assuntos muito discutidos recentemente, como as cotas, o combate à homofobia, a legalização da maconha e a redução da maioridade penal.

Alguma leitora tem uma sugestão?

Como Saber Se Sua Liberdade Religiosa Está Sendo Atacada

Achei muito interessante um artigo publicado no Huffington Post já tem um tempinho, e resolvi adaptar pra cá.

O autor, Emily Heath, criou um pequeno questionário para que você possa saber se sua liberdade religiosa está sendo atacada. É bem simples e basta responder A ou B às perguntas abaixo:

1. Minha liberdade religiosa está sendo atacada porque...
A. Não posso ir ao culto que escolhi.
B. Outras pessoas podem ir aos cultos que escolheram.

2. Minha liberdade religiosa está sendo atacada porque...
A. Não posso casar legalmente com a pessoa que amo.
B. O governo se recusa a ter leis que estejam de acordo com os dogmas da minha religião sobre o casamento daqueles dois caras lá no cartório.

3. Minha liberdade religiosa está sendo atacada porque...
A. Não posso usar métodos contraceptivos
B. Não posso impedir que as pessoas usem métodos contraceptivos.

4. Minha liberdade religiosa está sendo atacada porque...
A. Não posso rezar em casa.
B. Há pessoas que se recusam a rezar comigo.

5. Minha liberdade religiosa está sendo atacada porque...
A. Ter a fé que tenho significa que posso ser perseguido sem poder recorrer à justiça contra isso.
B. Não posso perseguir impunemente os outros por conta de sua fé.

6. Minha liberdade religiosa está sendo atacada porque...
A. Não posso comprar, ler ou possuir livros ou outros materiais religiosos da minha fé.
B. As pessoas têm acesso a livros, filmes e materiais religiosos que eu não gosto.

7. Minha liberdade religiosa está sendo atacada porque...
A. Meu grupo religioso não tem proteção legal para poder existir.
B. Meu grupo religioso não tem apoio legal para poder existir.

8. Minha liberdade religiosa está sendo atacada porque...
A. Uma outra religião foi declarada a religião oficial do meu país.
B. Minha religião não foi declarada a religião oficial do meu país.

9. Minha liberdade religiosa está sendo atacada porque...
A. Minha comunidade religiosa não pode construir um templo no meu bairro.
B. Uma comunidade religiosa que eu não gosto construiu um templo no meu bairro.

10. Minha liberdade religiosa está sendo atacada porque...
A. Não posso ensinar aos meus filhos os preceitos da nossa fé.
B. As escolas públicas não ensinam os preceitos da nossa fé.

Se você respondeu A para qualquer questão, então parece que sua liberdade religiosa realmente está sendo ameaçada. Se for o caso, você e seu grupo religioso têm todo o direito de lutar por ela. Mas lembre-se deste ponto importante: você pode lutar por igualdade, não por superioridade.

Se você respondeu B para qualquer questão, não apenas sua liberdade religiosa não está sendo ameaçada, mas há também grandes chances de que você esteja oprimindo a liberdade religiosa de outras pessoas.